Search
Generic filters

Home /

Conheça /

Nossa História

Doutores da Alegria coleciona histórias divertidas e emocionantes nos mais de 30 anos de atuação. São momentos marcados por encontros que compartilham a arte do palhaço e perpetuam dentro e fora dos hospitais.

Linha do tempo

Navegue pela linha do tempo e conheça as nossas memórias.

2024
2024

Conta Causos presenciais

Os espetáculos Conta Causos também retornaram aos palcos de São Paulo.

2023
2023

Programa de palhaços em hospital do Rio

após um hiato de 14 anos, o programa de visita de palhaços voltou ao Rio de Janeiro com um trio de besteirologistas - sendo um deles uma pessoa portadora de deficiência física - no Hospital Getulinho, em Niterói.

2022
2022

Banda Doutores da Alegria

Conseguimos voltar aos palcos de um teatro após dois anos afastados. Estreamos em curta temporada, em março, no Teatro Morumbi Shopping com a Banda Doutores da Alegria.

2022
2022

Retomada aos hospitais

O ano iniciou com todos os hospitais de São Paulo e do Recife recebendo as visitas presenciais das duplas de palhaços, com direito a uma pequena ação de carnaval, em fevereiro, respeitando todos os protocolos de segurança. O ano iniciou com todos os hospitais de São Paulo e do Recife recebendo as visitas presenciais das duplas de palhaços, com direito a uma pequena ação de carnaval, em fevereiro, respeitando todos os protocolos de segurança.

2021
2021

Podcast

Doutores da Alegria entrou no mundo dos podcasts com a primeira temporada de “O palhaço: o que é?”, com três episódios: “Qual a relevância do palhaço nos dias de hoje?”, “Como surge a voz do palhaço?” e “O palhaço chora?”.

2021
2021

II Festival Miolo Mole

A 2a edição do evento virtual aconteceu em uma live que durou 4 horas e contou com atrações como Banda Doutores da Alegria, Beatles para Crianças, Pequeno Cidadão e Teatro Popular Solano Trindade.

2021
2021

Temporada virtual do “Aquele Momento Em Que...”

O espetáculo “Aquele Momento Em Que...” circulou nas redes sociais de teatros municipais no formato digital.

2021
2021

Celebração 30 anos

Em setembro, comemoramos 30 anos de atuação com diversas ações para marcar a data: edição virtual do Conta Causos, o documentário “O ano em que a Terra parou”, sobre nossas ações na pandemia, e o balanço 2020 - todos com selos de aniversário.

2021
2021

Retomada aos hospitais no modelo híbrido

Em agosto, nossos artistas começaram a retornar aos hospitais. Suzana Aragão, do elenco de São Paulo, foi a primeira palhaça a regressar, carregando sua dupla no tablet pelo hospital Itaci.

2021
2021

Atendimentos virtuais

As duplas de palhaços passaram a interagir de forma online com as crianças por meio de tablets, conduzidos por profissionais de saúde, em todos os hospitais atendidos de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, os artistas do Projeto Plateias Hospitalares também se apresentaram de forma remota pelo Plateias Convida, através das redes dos hospitais.

2020
2020

Série de vídeos Delivery Besteirológico estreia nos canais da organização como resposta à pandemia do novo coronavírus, que distanciou os artistas dos hospitais temporariamente

Doutores da Alegria é homenageada pela Escola de Samba Dragões da Real, com o enredo “A Revolução do Riso: A Arte de Subverter O Mundo Pelo Divino Poder da Alegria”, no Sambódromo do Anhembi (SP)     Adaptações dos projetos para o digital: lives semanais, webséries e ciclo de palestras virtual entram na agenda da organização, ampliando o acesso ao público O Festival Miolo Mole, que seria oferecido à cidade de São Paulo em 2020, foi adaptado para o formato digital, em live com sete horas de duração e atividades dedicadas à toda a família

2019
2019

Entrada do projeto Plateias Hospitalares no Instituto Nacional de Cardiologia (RJ)

Mostra Plateias Hospitalares celebra dez anos de atuação no Rio de Janeiro com atrações especiais no Sesc Tijuca Plantão Besteirológico: Hospitais públicos começam a receber intervenções artísticas de palhaços pela internet, com uso de tablets e apoio de profissionais de saúde   6ª. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais acontece de maneira virtual Lançamento do quinto volume da série Boca Larga, em edição virtual e gratuita, com textos sobre os impactos do coronavírus na organização

2018
2018

Comemoração de 15 anos da Unidade Recife com a exposição fotográfica A máscara do palhaço inserida no ambiente hospitalar

Início da atuação na ala adulta (Clínica Médica) do Hospital Universitário da USP (SP) Seleção de sete novos palhaços para os elencos de São Paulo e Recife   Quinta edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais, em São Paulo   Avaliação do impacto social do Programa de Formação de Palhaço para Jovens realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS)

2017
2017

Bloco carnavalesco

Lançamento do bloco carnavalesco Riso Frouxo em hospitais de São Paulo

2016
2016

Alteração do estatuto da associação, tendo em vista o novo marco regulatório do Terceiro Setor e lançamento da nova Tarefa institucional

Nova diretoria estatutária é eleita por assembleia, com novos associados Início do trabalho no Hospital M’Boi Mirim (SP) Primeira edição do Bobociclismo em São Paulo Comemoração de 25 anos da organização

2015
2015

Segunda edição do Bobociclismo

Realização de apresentações de grupos do Plateias Hospitalares em parques municipais do Rio de Janeiro – Madureira e Ruínas Entrada do projeto Plateias Hospitalares no Hospital Municipal da Piedade (RJ)

2014
2014

3º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais

Primeira edição do Bobociclismo, passeio ciclístico em comemoração ao Dia Estadual dos Doutores da Alegria em Recife

2013
2013

Realização do Summit Internacional, encontro com grupos internacionais de palhaços para discussão de caminhos de futuro

Decretada a lei estadual do Dia dos Doutores da Alegria, em 28 de setembro, para os estados de São Paulo e Pernambuco Estreia do espetáculo O Homem que Fala, em São Paulo

2012
2012

A associação recebe o Prêmio Cultura e Saúde, iniciativa conjunta dos Ministérios da Saúde e da Cultura

Participação do processo de planejamento de ganho de escala – Ashoka/ McKinsey 2º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais Conquista do Certificado de Assistência Social Desligamento da unidade de Belo Horizonte, que passa por processo de incubação e se torna Instituto HaHaHa

2011
2011

Doutores da Alegria é novamente reconhecida pelo Prêmio Cultura e Saúde

Realização da Conferência de Busca de Futuro para discutir os rumos da organização após os 21 anos

2010
2010

1º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais, iniciativa do programa Palhaços em Rede

Estreia do espetáculo Palhaços em Conserto, em Recife Terceira edição do “Que Palhaçada é Essa?”

2008
2008

Inauguração da Escola Doutores da Alegria

Apresentação da Roda Artística pela primeira vez em teatro, em São Paulo Início da temporada do espetáculo Senhor Dodói em São Paulo Início no Instituto Materno Infantil Fernando Figueira (PE) Primeira avaliação de impacto social com o Instituto Fonte Doutores da Alegria faz parceria com Las Cabaças para projeto na Amazônia Inauguração do Espaço Cultural Doutores da Alegria em São Paulo

2007
2007

Lançamento do programaPalhaços em Rede

Expansão para Belo Horizonte (MG) O Bloco do Miolinho Mole é criado para circular nos hospitais de Recife durante o carnaval Revisão estratégica da missão, ampliando o trabalho para além dos hospitais por meio de formação, publicações e criações artísticas Início nos hospitais Hospital Universitário da FMUSP (SP) e Hospital dos Servidores do Estado (RJ) Conquista da certificação COMAS Segunda edição do “Que Palhaçada é Essa?”, no SESC Pompeia (SP)

2006
2006

Espetáculo Vamos Brincarde Médico,primeira transposição do trabalho no hospital para o palco e ganhador de prêmio APCA e Coca-Cola FEMSA

Primeira apresentação da Roda Artística, hoje chamada Roda Besteirológica em São Paulo, em ambiente hospitalar Estreia do espetáculo Dramalhaço Lançamento da Rádio Para-choque, parceria com a rádio Eldorado e ganhador de Prêmio APCA Início nos hospitais: Hospital Geral de Bonsucesso e Hospital Universitário Pedro Ernesto da UERJ (RJ), Hospital Oswaldo Cruz (PE) Seleção de palhaços para o elenco

2005
2005

Lançamento do Documentário “Doutores da Alegria: O Filme” nos cinemas e no canal Discovery Health em São Paulo

Início do trabalho no Hospital do Grajaú (SP) e no Hospital do Campo Limpo (SP) Doutores da Alegria se torna Ponto de Cultura Estreia do espetáculo Poemas Esparadrápicos, no Recife Estreia do espetáculo Inventário, primeiro espetáculo no Rio de Janeiro   Primeiro “Que Palhaçada é Essa?” no SESC Vila Mariana, SP   Lançamento da 1ª edição do caderno Boca Larga, dedicado a temas do universo clown

2004
2004

Primeiro desfile do bloco carnavalescoMiolo Moleno Recife

Início do trabalho nos hospitais: Instituto de Tratamento da Criança com Câncer – Itaci (SP), Hospital Barão de Lucena (PE) e Hospital das Clínicas da UFPE (PE) Primeiras certificações de utilidade pública: federal, estadual e CMDCA Criação do Programa de Formação de Palhaço Para Jovens em parceria com a Prefeitura de SP – Bolsa Trabalho

2003
2003

Expansão paraRecife (PE)

Lançamento do livro “Boas Misturas: a ética da alegria no contexto hospitalar”, de Morgana Masetti Início do trabalho no Hospital Santa Marcelina (SP) e no Hospital da Restauração (PE)

2002
2002

Espetáculo Doutores da Alegria

Apresentação do espetáculo Congresso de Besteirologiae primeiro documento de humanização no contexto hospitalar

1999
1999

Formação para profissionais de saúde do Hospital da Criança (SP)

Entrada no Hospital Cândido Fontoura (SP) Prêmio Ashoka – McKinsey de ideias inovadoras em captação de recursos

1998
1998

Publicação do livro Soluções de Palhaços – Transformações na Realidade Hospitalar, de Morgana Masetti, primeira pesquisa sobre impacto social do trabalho nos hospitais

A associação recebe o Prêmio Habitat da ONU (Melhores Práticas) Inauguração do Centro de Estudos de Arte e Ciência, mais tarde rebatizado de Núcleo de Formação e Pesquisa  Primeiro processo de expansão: Rio de Janeiro (RJ) e Campinas (SP) Entrada nos hospitais: Centro Infantil Boldrini (Campinas) e Hospital Municipal Jesus (RJ) e Instituto IPPMG Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira da UFRJ (RJ) Primeira oficina “O hospital pelos olhos do palhaço” no ICR Parceria com Ministério da Saúde (até 2002) para programa de formação de profissionais de saúde

1997
1997

Prêmios 1997

Doutores da Alegria recebe o Prêmio Criança da Fundação Abrinq

1996
1996

Entrada no Hospital do Câncer e no Hospital do Mandaqui (SP)

Realização da primeira Palhestra em empresas para compartilhar com o público as experiências vividas nos hospitais Os palhaços apresentam pela primeira vez o espetáculo Midnight Clowns no Teatro Aliança Francesa, em São Paulo

1995
1995

PRIMEIRO INTERCÂMBIO COM MICHAEL CHRISTENSEN NO BRASIL

Início do trabalho nos hospitais Albert Einstein e Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (SP)

1994
1994

Início do trabalho no Hospital Emilio Ribas (SP)

Fundação da Associação Doutores da Alegria

1992
1992

Entrada nos hospitais: Nossa Senhora de Lourdes, Santa Casa, Hospital Brasil (SP)

Primeira seleção de elenco: novo palco para o palhaço

1991
1991

INÍCIO DOS TRABALHOS EM HOSPITAIS

   

1991
1991

INÍCIO DOS TRABALHOS EM HOSPITAIS

   

1992
1992

Entrada nos hospitais: Nossa Senhora de Lourdes, Santa Casa, Hospital Brasil (SP)

Primeira seleção de elenco: novo palco para o palhaço

1994
1994

Início do trabalho no Hospital Emilio Ribas (SP)

Fundação da Associação Doutores da Alegria

1995
1995

PRIMEIRO INTERCÂMBIO COM MICHAEL CHRISTENSEN NO BRASIL

Início do trabalho nos hospitais Albert Einstein e Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (SP)

1996
1996

Entrada no Hospital do Câncer e no Hospital do Mandaqui (SP)

Realização da primeira Palhestra em empresas para compartilhar com o público as experiências vividas nos hospitais Os palhaços apresentam pela primeira vez o espetáculo Midnight Clowns no Teatro Aliança Francesa, em São Paulo

1997
1997

Prêmios 1997

Doutores da Alegria recebe o Prêmio Criança da Fundação Abrinq

1998
1998

Publicação do livro Soluções de Palhaços – Transformações na Realidade Hospitalar, de Morgana Masetti, primeira pesquisa sobre impacto social do trabalho nos hospitais

A associação recebe o Prêmio Habitat da ONU (Melhores Práticas) Inauguração do Centro de Estudos de Arte e Ciência, mais tarde rebatizado de Núcleo de Formação e Pesquisa  Primeiro processo de expansão: Rio de Janeiro (RJ) e Campinas (SP) Entrada nos hospitais: Centro Infantil Boldrini (Campinas) e Hospital Municipal Jesus (RJ) e Instituto IPPMG Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira da UFRJ (RJ) Primeira oficina “O hospital pelos olhos do palhaço” no ICR Parceria com Ministério da Saúde (até 2002) para programa de formação de profissionais de saúde

1999
1999

Formação para profissionais de saúde do Hospital da Criança (SP)

Entrada no Hospital Cândido Fontoura (SP) Prêmio Ashoka – McKinsey de ideias inovadoras em captação de recursos

2002
2002

Espetáculo Doutores da Alegria

Apresentação do espetáculo Congresso de Besteirologiae primeiro documento de humanização no contexto hospitalar

2003
2003

Expansão paraRecife (PE)

Lançamento do livro “Boas Misturas: a ética da alegria no contexto hospitalar”, de Morgana Masetti Início do trabalho no Hospital Santa Marcelina (SP) e no Hospital da Restauração (PE)

2004
2004

Primeiro desfile do bloco carnavalescoMiolo Moleno Recife

Início do trabalho nos hospitais: Instituto de Tratamento da Criança com Câncer – Itaci (SP), Hospital Barão de Lucena (PE) e Hospital das Clínicas da UFPE (PE) Primeiras certificações de utilidade pública: federal, estadual e CMDCA Criação do Programa de Formação de Palhaço Para Jovens em parceria com a Prefeitura de SP – Bolsa Trabalho

2005
2005

Lançamento do Documentário “Doutores da Alegria: O Filme” nos cinemas e no canal Discovery Health em São Paulo

Início do trabalho no Hospital do Grajaú (SP) e no Hospital do Campo Limpo (SP) Doutores da Alegria se torna Ponto de Cultura Estreia do espetáculo Poemas Esparadrápicos, no Recife Estreia do espetáculo Inventário, primeiro espetáculo no Rio de Janeiro   Primeiro “Que Palhaçada é Essa?” no SESC Vila Mariana, SP   Lançamento da 1ª edição do caderno Boca Larga, dedicado a temas do universo clown

2006
2006

Espetáculo Vamos Brincarde Médico,primeira transposição do trabalho no hospital para o palco e ganhador de prêmio APCA e Coca-Cola FEMSA

Primeira apresentação da Roda Artística, hoje chamada Roda Besteirológica em São Paulo, em ambiente hospitalar Estreia do espetáculo Dramalhaço Lançamento da Rádio Para-choque, parceria com a rádio Eldorado e ganhador de Prêmio APCA Início nos hospitais: Hospital Geral de Bonsucesso e Hospital Universitário Pedro Ernesto da UERJ (RJ), Hospital Oswaldo Cruz (PE) Seleção de palhaços para o elenco

2007
2007

Lançamento do programaPalhaços em Rede

Expansão para Belo Horizonte (MG) O Bloco do Miolinho Mole é criado para circular nos hospitais de Recife durante o carnaval Revisão estratégica da missão, ampliando o trabalho para além dos hospitais por meio de formação, publicações e criações artísticas Início nos hospitais Hospital Universitário da FMUSP (SP) e Hospital dos Servidores do Estado (RJ) Conquista da certificação COMAS Segunda edição do “Que Palhaçada é Essa?”, no SESC Pompeia (SP)

2008
2008

Inauguração da Escola Doutores da Alegria

Apresentação da Roda Artística pela primeira vez em teatro, em São Paulo Início da temporada do espetáculo Senhor Dodói em São Paulo Início no Instituto Materno Infantil Fernando Figueira (PE) Primeira avaliação de impacto social com o Instituto Fonte Doutores da Alegria faz parceria com Las Cabaças para projeto na Amazônia Inauguração do Espaço Cultural Doutores da Alegria em São Paulo

2010
2010

1º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais, iniciativa do programa Palhaços em Rede

Estreia do espetáculo Palhaços em Conserto, em Recife Terceira edição do “Que Palhaçada é Essa?”

2011
2011

Doutores da Alegria é novamente reconhecida pelo Prêmio Cultura e Saúde

Realização da Conferência de Busca de Futuro para discutir os rumos da organização após os 21 anos

2012
2012

A associação recebe o Prêmio Cultura e Saúde, iniciativa conjunta dos Ministérios da Saúde e da Cultura

Participação do processo de planejamento de ganho de escala – Ashoka/ McKinsey 2º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais Conquista do Certificado de Assistência Social Desligamento da unidade de Belo Horizonte, que passa por processo de incubação e se torna Instituto HaHaHa

2013
2013

Realização do Summit Internacional, encontro com grupos internacionais de palhaços para discussão de caminhos de futuro

Decretada a lei estadual do Dia dos Doutores da Alegria, em 28 de setembro, para os estados de São Paulo e Pernambuco Estreia do espetáculo O Homem que Fala, em São Paulo

2014
2014

3º. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais

Primeira edição do Bobociclismo, passeio ciclístico em comemoração ao Dia Estadual dos Doutores da Alegria em Recife

2015
2015

Segunda edição do Bobociclismo

Realização de apresentações de grupos do Plateias Hospitalares em parques municipais do Rio de Janeiro – Madureira e Ruínas Entrada do projeto Plateias Hospitalares no Hospital Municipal da Piedade (RJ)

2016
2016

Alteração do estatuto da associação, tendo em vista o novo marco regulatório do Terceiro Setor e lançamento da nova Tarefa institucional

Nova diretoria estatutária é eleita por assembleia, com novos associados Início do trabalho no Hospital M’Boi Mirim (SP) Primeira edição do Bobociclismo em São Paulo Comemoração de 25 anos da organização

2017
2017

Bloco carnavalesco

Lançamento do bloco carnavalesco Riso Frouxo em hospitais de São Paulo

2018
2018

Comemoração de 15 anos da Unidade Recife com a exposição fotográfica A máscara do palhaço inserida no ambiente hospitalar

Início da atuação na ala adulta (Clínica Médica) do Hospital Universitário da USP (SP) Seleção de sete novos palhaços para os elencos de São Paulo e Recife   Quinta edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais, em São Paulo   Avaliação do impacto social do Programa de Formação de Palhaço para Jovens realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS)

2019
2019

Entrada do projeto Plateias Hospitalares no Instituto Nacional de Cardiologia (RJ)

Mostra Plateias Hospitalares celebra dez anos de atuação no Rio de Janeiro com atrações especiais no Sesc Tijuca Plantão Besteirológico: Hospitais públicos começam a receber intervenções artísticas de palhaços pela internet, com uso de tablets e apoio de profissionais de saúde   6ª. edição do Encontro Nacional de Palhaços que Atuam em Hospitais acontece de maneira virtual Lançamento do quinto volume da série Boca Larga, em edição virtual e gratuita, com textos sobre os impactos do coronavírus na organização

2020
2020

Série de vídeos Delivery Besteirológico estreia nos canais da organização como resposta à pandemia do novo coronavírus, que distanciou os artistas dos hospitais temporariamente

Doutores da Alegria é homenageada pela Escola de Samba Dragões da Real, com o enredo “A Revolução do Riso: A Arte de Subverter O Mundo Pelo Divino Poder da Alegria”, no Sambódromo do Anhembi (SP)     Adaptações dos projetos para o digital: lives semanais, webséries e ciclo de palestras virtual entram na agenda da organização, ampliando o acesso ao público O Festival Miolo Mole, que seria oferecido à cidade de São Paulo em 2020, foi adaptado para o formato digital, em live com sete horas de duração e atividades dedicadas à toda a família

2021
2021

Atendimentos virtuais

As duplas de palhaços passaram a interagir de forma online com as crianças por meio de tablets, conduzidos por profissionais de saúde, em todos os hospitais atendidos de São Paulo e Recife. No Rio de Janeiro, os artistas do Projeto Plateias Hospitalares também se apresentaram de forma remota pelo Plateias Convida, através das redes dos hospitais.

2021
2021

Retomada aos hospitais no modelo híbrido

Em agosto, nossos artistas começaram a retornar aos hospitais. Suzana Aragão, do elenco de São Paulo, foi a primeira palhaça a regressar, carregando sua dupla no tablet pelo hospital Itaci.

2021
2021

Celebração 30 anos

Em setembro, comemoramos 30 anos de atuação com diversas ações para marcar a data: edição virtual do Conta Causos, o documentário “O ano em que a Terra parou”, sobre nossas ações na pandemia, e o balanço 2020 - todos com selos de aniversário.

2021
2021

Temporada virtual do “Aquele Momento Em Que...”

O espetáculo “Aquele Momento Em Que...” circulou nas redes sociais de teatros municipais no formato digital.

2021
2021

II Festival Miolo Mole

A 2a edição do evento virtual aconteceu em uma live que durou 4 horas e contou com atrações como Banda Doutores da Alegria, Beatles para Crianças, Pequeno Cidadão e Teatro Popular Solano Trindade.

2021
2021

Podcast

Doutores da Alegria entrou no mundo dos podcasts com a primeira temporada de “O palhaço: o que é?”, com três episódios: “Qual a relevância do palhaço nos dias de hoje?”, “Como surge a voz do palhaço?” e “O palhaço chora?”.

2022
2022

Retomada aos hospitais

O ano iniciou com todos os hospitais de São Paulo e do Recife recebendo as visitas presenciais das duplas de palhaços, com direito a uma pequena ação de carnaval, em fevereiro, respeitando todos os protocolos de segurança. O ano iniciou com todos os hospitais de São Paulo e do Recife recebendo as visitas presenciais das duplas de palhaços, com direito a uma pequena ação de carnaval, em fevereiro, respeitando todos os protocolos de segurança.

2022
2022

Banda Doutores da Alegria

Conseguimos voltar aos palcos de um teatro após dois anos afastados. Estreamos em curta temporada, em março, no Teatro Morumbi Shopping com a Banda Doutores da Alegria.

2023
2023

Programa de palhaços em hospital do Rio

após um hiato de 14 anos, o programa de visita de palhaços voltou ao Rio de Janeiro com um trio de besteirologistas - sendo um deles uma pessoa portadora de deficiência física - no Hospital Getulinho, em Niterói.

2024
2024

Conta Causos presenciais

Os espetáculos Conta Causos também retornaram aos palcos de São Paulo.

Politica de privacidade

LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS – LGPD

Considerando que:

I – DOUTORES DA ALEGRIA é uma associação civil sem fins lucrativos, e tem como propósito “intervir na sociedade propondo a arte como ‘mínimo social’ para crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social, privilegiando hospitais públicos e ambientes adversos, tendo a linguagem do palhaço como referência. A partir desta intervenção, ampliar canais de diálogos reflexivos com a sociedade, compartilhando o conhecimento produzido através de formação, pesquisa, publicações e manifestações artísticas, contribuindo para a promoção da
cultura e da saúde e inspirando políticas públicas universais e democráticas para o desenvolvimento social sustentável”


II –
Esta política de privacidade, foi elaborada nos termos da Lei no 13.709, de 14 de agosto de 2018 e tem por objetivo a proteção dos dados pessoais que são coletados e gerados quando você se relaciona de alguma forma com a associação DOUTORES DA ALEGRIA. Além disso, explica como seus dados pessoais são usados, compartilhados e protegidos, quais opções você tem em relação aos seus dados
pessoais e como você pode nos contatar.

1. A quem se aplica?

Se você está lendo este documento, esta política se aplica a você. As orientações
mencionadas se aplicam aos dados coletados de parceiros, doadores, alunos,
prestadores de serviços, associados, fornecedores, sócios da alegria, público em
geral, diretores, conselheiros, consultores, empregados da associação DOUTORES
DA ALEGRIA.

2. Definições e termos:

Alguns termos que irão ajudar você a entender todas as orientações desta política:

Tipos de dados:

Dado pessoal: informação relacionada a pessoa natural identificada ou identificável;

Dado pessoal sensível: dado pessoal sobre origem racial ou étnica, convicção
religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou a organização de caráter religioso,
filosófico ou político, dado referente à saúde ou à vida sexual, dado genético ou
biométrico, quando vinculado a uma pessoa natural;

Dado anonimizado: dado relativo a titular que não possa ser identificado,
considerando a utilização de meios técnicos razoáveis e disponíveis na ocasião de
seu tratamento;

Banco de dados: conjunto estruturado de dados pessoais, estabelecido em um ou
em vários locais, em suporte eletrônico ou físico;

Titular: pessoa natural a quem se referem os dados pessoais que são objeto de
tratamento;

Uso dos dados

Acesso: Ato de ingressar, transitar, conhecer ou consultar a informação, bem como possibilidade de usar os ativos de informação de um órgão ou entidade, observada eventual restrição que se aplique;

Armazenamento: Ação ou resultado de manter ou conservar em repositório um dado;

Arquivamento: Ato ou efeito de manter registrado um dado embora já tenha perdido a validade ou esgotado a sua vigência;

Avaliação: Analisar o dado com o objetivo de produzir informação;

Coleta: Recolhimento de dados com finalidade específica;

Controle: Ação ou poder de regular, determinar ou monitorar as ações sobre o dado;

Difusão: Ato ou efeito de divulgação, propagação, multiplicação dos dados;

Distribuição: Ato ou efeito de dispor de dados de acordo com algum critério estabelecido;

Eliminação: Ato ou efeito de excluir ou destruir dado do repositório;

Extração: Ato de copiar ou retirar dados do repositório em que se encontrava;

Processamento: Ato ou efeito de processar dados visando organizá-los para
obtenção de um resultado determinado;

Produção: Criação de bens e de serviços a partir do tratamento de dados;

Recepção: Ato de receber os dados ao final da transmissão;

Reprodução: Cópia de dado preexistente obtido por meio de qualquer processo;

Transferência: Mudança de dados de uma área de armazenamento para outra, ou
para terceiro;

Transmissão: Movimentação de dados entre dois pontos por meio de dispositivos
elétricos, eletrônicos, telegráficos, telefônicos, radioelétricos, pneumáticos, etc.;

Utilização: Ato ou efeito do aproveitamento dos dados.

3. Princípios Gerais sobre o tratamento de dados pessoais adotados pela associação DOUTORES DA ALEGRIA:

•  Os titulares de dados pessoais sempre serão informados sobre quais dados
serão coletados e sua finalidade;
•  Os dados pessoais serão utilizados somente mediante autorização formal
de seus titulares;
•  Somente serão solicitados os dados pessoais de principal relevância para
o projeto previamente estabelecido e limitados a ele;
•  Os dados pessoais serão mantidos corretos e atualizados pelo período
necessário de acordo com sua finalidade;
•  O banco de dados pessoais será mantido em local protegido e seguindo os
mais rigorosos protocolos de segurança;
•  A identidade dos titulares de dados será preservada, principalmente
tratando-se de dados sensíveis;
•  Os titulares de dados pessoais podem a qualquer momento solicitar a
correção, atualização ou exclusão de seus dados da nossa base.

4. Quem é o responsável pelo tratamento de seus dados?

A associação DOUTORES DA ALEGRIA é a responsável legal pelo armazenamento
e eventual tratamento, bem como pela segurança de todos os dados coletados.

Mesmo em projetos e ações que sejam viabilizados em cooperação ou parceria com outras organizações e empresas, nos quais a responsabilidade pode ser dividida, os princípios gerais desta política são mantidos.

5. Quais dados coletamos e por quais motivos?

Coletamos, processamos e arquivamos as seguintes categorias de Dados Pessoais
sobre você:

6. Como armazenamos e quem tem acesso aos seus dados? Armazenamento

Seus dados pessoais (incluindo dados sensíveis) são armazenados seguindo
as medidas de segurança apropriadas para impedir que suas informações sejam
acessadas ou processadas para fins que não estejam de acordo com nossas práticas de inclusão e diversidade.

Acesso
Os bancos de dados utilizados para armazenamento possuem acesso restrito aos nossas trabalhadores e empregados e /ou parceiros que tenham um motivo legítimo e justificável para acesso e/ou tratamento de seus dados pessoais.

7. Por quanto tempo mantemos seus dados pessoais?

Suas informações pessoais serão mantidas pelo tempo que for necessário para
cumprir as finalidades estabelecidas nesta política de privacidade (a menos que um período de conservação mais longo seja exigido pela lei aplicável).

8. Quais são seus direitos em relação aos dados pessoais?

Quando necessário você receberá um documento de consentimento da associação DOUTORES DA ALEGRIA, se estiver de acordo, deve assinar ou autorizar virtualmente.
Além disso, você tem os seguintes direitos em relação aos seus dados pessoais:

9. Aperfeiçoamento da Política de Provacidade

A associação Doutores da Alegria compromete-se a periodicamente revisar e
aperfeiçoar a presente política, além de dar ampla visibilidade a este documento,
mediante a publicação do mesmo no site da organização.

10.Base legal utilizada

Esta Política de Privacidade foi baseada na Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, Lei no 13.709/2018 e orientações do Guia de Boas Práticas da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais realizado pelo Governo Federal.

11.Outras Informações

Dúvidas a respeito da aplicação desta Política e da adequação de qualquer conduta relativa a dados pessoais deverão ser enviadas para o e-mail
doutores@doutoresdaalegria.org.br

Conheça mais sobre o palhaço

Local de atuação

Biografia

Conheça mais sobre o palhaço

Conta Causos presenciais

Local de atuação

São Paulo

Biografia