. Plateias Hospitalares leva música, dança e boas histórias a hospitais fluminenses – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Plateias Hospitalares leva música, dança e boas histórias a hospitais fluminenses

14 de novembro de 2014
Tempo de leitura: 3 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 0
Compartilhar 0

Pulsar Cia de DancaEm novembro o projeto Plateias Hospitalares traz música, dança e boas histórias a sete hospitais estaduais do Rio de Janeiro.

As apresentações, gratuitas e abertas às comunidades locais, acontecem nos hospitais Adão Pereira Lima, Alberto Torres, Azevedo Lima, Eduardo Rabello, Rocha Faria, Santa Maria e Tavares Macedo. A programação é de curadoria dos Doutores da Alegria, que selecionou, no início do ano, dezenove companhias artísticas via edital de seleção.

Desde 2009 em atividade, a proposta do projeto é enxergar o hospital como um espaço que também pode ser habitado pela arte em suas mais diversas formas, como teatro, circo, poesia, música, etc. 

Conheça a programação deste mês:

11 de novembro às 14h
Hospital Estadual Santa Maria (tuberculose) – Jacarepaguá
Indefinidamente Indivisível
Pulsar Cia de Dança
O espetáculo traça um roteiro de possibilidades e variantes. Bolas infláveis permitem que os corpos vivenciem a transformação e a imprevisibilidade do tempo e do movimento. O risco permanece, pois o erro é a parte viva do acerto: abre para o que pode vir a ser.
Direção, concepção e coreografia: Maria Teresa Taquechel y Saiz
Elenco: Andrea Chiesorin, Bruno Almeida, Paula Mori, Raphael Arah, Rogério Andreolli
Bailarinos convidados: Moira Braga, Beth Caetano e Pedro Cabelo

12 de novembro às 14h
Hospital Estadual Adão Pereira Nunes (emergência) – Duque de Caxias
Bando de Palhaços
Reunião de palhaços cariocas com experiência no ambiente hospitalar e que atuam no Plateias Hospitalares desde 2010. O formato de intervenção é composto de cortejos musicais nas enfermarias e áreas administrativas dos hospitais e apresentações de espetáculo com esquetes de palhaçaria. 
Elenco: Ana Sauwen, Ana Terra, Camila Nhary, Filipe Codeço, Mariana Fausto, Matheus Lima, Pablo Aguilar e Tiago Quites.

13 de novembro às 14h
Hospital Estadual Tavares Macedo (hanseníase) – Itaboraí
Bando de Palhaços
Reunião de palhaços cariocas com experiência no ambiente hospitalar e que atuam no Plateias Hospitalares desde 2010. O formato de intervenção é composto de cortejos musicais nas enfermarias e áreas administrativas dos hospitais e apresentações de espetáculo com esquetes de palhaçaria. 
Elenco: Ana Sauwen, Ana Terra, Camila Nhary, Filipe Codeço, Mariana Fausto, Matheus Lima, Pablo Aguilar e Tiago Quites.

17 de novembro às 14h
Hospital Estadual Eduardo Rabello (geriatria) – Campo Grande
Trio Capitu
Trio Capitu
O grupo reúne solistas da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e se propõe também a explorar a prática da música com explicações didáticas sobre os compositores, o processo criativo, os instrumentos e o modo de tocar e sentir a música. Visita diferentes períodos da história da música e traz sua sonoridade para os tempos atuais passando por grandes nomes do choro e da música popular brasileira, de Antonio Vivaldi a Vinícius de Moraes.
Direção: Trio Capitu
Musicistas: Débora Nascimento (fagote), Janaína Perotto (oboé) e Sofia Ceccato (flauta)

18 de novembro às 14h
Hospital Estadual Azevedo Lima (emergência) – Niterói
Bando de Palhaços
Reunião de palhaços cariocas com experiência no ambiente hospitalar e que atuam no Plateias Hospitalares desde 2010. O formato de intervenção é composto de cortejos musicais nas enfermarias e áreas administrativas dos hospitais e apresentações de espetáculo com esquetes de palhaçaria. 
Elenco: Ana Sauwen, Ana Terra, Camila Nhary, Filipe Codeço, Mariana Fausto, Matheus Lima, Pablo Aguilar e Tiago Quites.

19 de novembro às 14h
Hospital Estadual Alberto Torres (emergência) – São Gonçalo
A montanha das 3 perguntas e outras histórias misteriosas
Ilana Pogrebinschi
Ilana narra 3 contos de 3 perguntas, 3 desejos, 3 presentes de 3 filhos. O primeiro veio do Vietnã: um menino que sobe uma montanha altíssima para perguntar a 3 gênios porque ele é tão feio. A segunda veio da Índia: um duende concede a seus amos que façam 3 pedidos antes dele partir. A terceira veio da África: um grande patriarca lança um desafio de sabedoria para escolher, entre seus 3 filhos, quem cuidará da tribo depois que ele se for. A atriz utiliza máscaras e bonecos de papel machê e batas africanas que o público veste para participar do último conto.
Texto, direção e elenco: Ilana Pogrebinschi
Músico: Daniel Raman

25 de novembro às 14h
Hospital Estadual Rocha Faria (emergência) – Campo Grande
Lendas da América Latina
Massa Grupo de Teatro
Xico, um cachorro viajante que percorre a América Latina de bicicleta, registra num caderno histórias que ouve e que vê. Em seu caminho, Xico conhece as Lendas. Encantam-se mutuamente e começam a viajar juntos contando histórias como “Os Duendes do Pinico”, da Costa Rica, “La Candileja”, da Colômbia, “Iara”, do Brasil e “O Cacau”, do México. No final Xico descobre que ele faz parte desse livro. Xico também é uma Lenda!
Direção: Juan Guimarães
Texto: Mariana Dias
Elenco: Fifo Benicasa, LuCa Ayres, Mariana Dias, Sabrina Fortes e Thai Cavalcani
Músicos: João Schmid, Cristiano Cokada e Juan Guimarães



Categorias


Lá do arquivo

Você também pode gostar

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

Deixe um comentário

avatar
  Receber notificação  
Notificação de
Existe 0 Comentário.