. O vírus rebola e a bronquite braba – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

O vírus rebola e a bronquite braba

20 de janeiro de 2015
Tempo de leitura: 1 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 4
Compartilhar 0

A palavra recordar tem a seguinte origem: re quer dizer “de novo” e cordar vem da palavra “coração” em latim (cor, cordis), então, recordar significa “passar de novo pelo coração”. Dos mais variados diagnósticos que fizemos (pum preso, riso frouxo, caspa no joelho, etc), dois se destacaram em 2014: o vírus rebola e a bronquite braba

O vírus rebola

O primeiro trata-se de um vírus que nós, besteirologistas, acreditamos ser originário da África. Mas, seria de se esperar! Imagine só aquele povo dançando toda aquela dança envolvente e contagiante! Lindo, né? Pois é, é contágio na certa!

virus rebola e a bronquite braba

virus rebola e a bronquite braba

E foi o que a gente viu aqui no hospital! O mais surpreendente era que os contagiados pelo vírus rebola não eram só os nossos pequenos pacientes – a penca de funcionários, entre enfermeiras, técnicos de enfermagem e médicos era grande.

O procedimento para diagnosticar era um pouco delicado, mas bastante eficaz. A gente tocava uma música que dizia:

“Joga pra direita, joga pra esquerda
Joga pra direita, joga pra esquerda!
Rebola! Rebola! Rebola! Rebola!”

Tinham uns que já manifestavam o vírus rapidamente, porém, como a destreza era grande e a sem-vergonhice maior ainda, eles já tinham desenvolvido anticorpos para o vírus, pois estavam com jogo de cintura. 

virus rebola e a bronquite braba

A bronquite braba

Agora, a bronquite braba é coisa séria! Tão séria que de tão séria a pessoa fica numa brabeza tão grande, que quando vê um besteirologista em sua frente dá logo aquela bronca. É grito pra um lado, é grito pro outro, susto também. Durante todo o ano, analisamos muitos casos.

Teve até um dia em que a gente foi vítima de uma senhora que transitava pelos corredores. Bastou que ela visse a gente e ela já foi soltando tudo – só não soltou os cachorros porque ela não estava com eles.

virus rebola e a bronquite braba

É, a gente tem uma coleção de casos. E quando eles terminam em risada, vale bem a pena recordar.

Dra Baju (Juliana de Almeida)
Hospital Oswaldo Cruz/Procape – Recife



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

bronquite braba, descobertas besteirológicas, música, vírus rebola

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
4 Autores de comentários
AimêLeticia Nunesroseane canelasFagna Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
Fagna
Visitante
Fagna
Visitante

Amo o trabalho de vocês,quando os encontro viro criança também, no ano passado dancei muito e rebola no H.Barão de Lucena.

roseane canelas
Visitante
roseane canelas
Visitante

Sou enfermeira, adoro trabalhar com alegria, tenho muita, mas muita vontade de ser inserida nesses grupos. Sou muito divertida e tenho apatia pelos pacientes.
Lindos todos, pacientes e equipe de multiprofissionais. Parabéns!!! trabalho maravilhoso.
ATT,
Roseane Canelas

Leticia Nunes
Visitante
Leticia Nunes
Visitante

Deveria existir mais pessoas como vocês neste mundo.

Aimê
Visitante
Aimê
Visitante

Eu acho o que vocês fazem muito lindo ! Deveria existir mais pessoas assim como vocês ! Deus abençoe ! ;D

Existem 4 Comentários.