. Não tem graça nenhuma – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Não tem graça nenhuma

11 de junho de 2014
Tempo de leitura: 1 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 4
Compartilhar 0

É nos corredores do Hospital da Restauração que a emergência pediátrica está instalada há algum tempo, com macas e crianças em cima delas. Este é mais um local de atuação pra nós, besteirologistas. É difícil imaginar as pessoas ali à noite, sem nenhum conforto…

Esperamos que o poder público reveja sua atuação diante da saúde pública do nosso país e aproveitamos para informar que existe um site onde todos nós podemos registrar como andam as coisas nos hospitais do Brasil: www.caixapretadasaude.org.br.

Atuar ali é um prazer, mas para aquelas pessoas uma emergência desconfortável e sem estrutura não tem graça nenhuma.

Outro dia

Outro dia estávamos realizando um momento solene para a entrega da tão almejada “alta” besteirológica ao garoto que iria embora no dia seguinte e a L., uma impaciente de sete anos, nos disse: 
– Eu também vou embora, viu? 

Com essa notícia, nós dois, dr. Cavaco e dra. Mary En, começamos a chorar e espernear dizendo: 
Mas é muito cedo! Nem nos conhecemos direito! Não vai, não! Por favor! 

Mesmo contrariados, demos a alta e dissemos a solene fase: 
Até mais nunca, não volte mais para o hospital! Só se for para trazer um presentinho pra mim! 

E fomos embora pensando que nunca mais iriamos vê-la. 

No outro dia, chegamos à enfermaria e quem estava lá? A garota! Disse que não tinha ido embora, mas que com certeza iria no dia seguinte. Fizemos novamente aquele chororô e no final demos alta. Na outra visita, lá estava ela, sorridente que só! Disse que iria no dia seguinte com certeza absoluta. Choramos mais uma vez, tudo de novo, e isso aconteceu novamente várias vezes.

Quando chegou o dia em que a alta médica oficial seria dada, uma médica residente nos disse que escutou L. falando no telefone com sua mãe de Serra Talhada, sertão pernambucano: 

– Ô mãe, tem ovo de Páscoa aí pra mim? Por que se não tiver eu vou ficar aqui no hospital, prefiro aqui do que em casa. Aqui eu brinco, tem palhaço, aqui é mais legal. 

Nesse dia a nossa despedida foi a mais verdadeira, e até hoje sentimos saudade de seu sorriso de orelha a orelha, que víamos quando ela nos avistava chegando na porta da enfermaria…

Dr. Cavaco (Anderson Machado) e dra. Mary En (Enne Marx)
Hospital da Restauração – Recife



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

alta médica, caixa preta da saúde, despedida, graça, hospital, saúde pública

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
4 Autores de comentários
Débora MendesJulio Cesarraquel budowantonia souza Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
antonia souza
Visitante
antonia souza
Visitante

ola meu nome e antonia gostaria de saber como ser toutora da alegria .obrigada

raquel budow
Visitante
raquel budow
Visitante

Emocionante este relato. Lindo trabalho! Parabéns, sempre!

Julio Cesar
Visitante
Julio Cesar
Visitante

Vcs são o máximo. Plecisamos dos Doutoles da Aleglia aqui na cidade de Santos-SP.

Débora Mendes
Visitante
Débora Mendes
Visitante

Bom dia. Sou fã de carteirinha do trabalho dos Doutores da Alegria. Sou auxiliar de enfermagem e já me diverti algumas vezes nas visitas desses mestres, com quem reaprendemos a sorrir, mesmo num ambiente hostil e triste como num hospital.
Parabenizo vcs por este trabalho… Gratificante… extraordinário…

Existem 4 Comentários.