. Lembranças de um encontro – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Lembranças de um encontro

1 de julho de 2013
Tempo de leitura: 2 minutos

Doutores da Alegria

Comentario 12
Compartilhar 0

I., um rapazinho de 4 anos, bem risonho, já era paciente antigo do Centro de Oncologia do Hospital Oswaldo Cruz. 

Dra. Tan Tan, você está muito fedida, entra e vai direto pro banheiro tomar banho! HAHAHA!

Eu, Dr. Cavaco, fingi que sentia o cheiro e tapei o nariz, dizendo com voz fanha:

Credo, Tan Tan, é verdade! Chispa pro banheiro e vai lavar esse sovaco! 

A besteirologista começou a chorar e o garotinho ria cada vez mais.

Arrastei a coitada até o banheiro da “suíte” do I. e ela fingiu que estava tomando banho. 

Tan Tan! Se lava direito!, gritava o menino de sua cama.

Tô lavando! 

E o chuveiro que eu não estou ouvindo? Pára de me enganar e abre esse chuveiro pra se lavar! HAHA!

Ela abriu o registro de água e deixou a porta do banheiro um pouco aberta. De repente começaram a sair bolhas de sabão de trás da porta.

A Tan Tan engoliu o sabonete e está arrotando bolha! Nossa!, disse eu, narrando de fora o que acontecia no banheiro.

O menino ficou encantado, brincando com as bolhas e acreditando no banho de Tan Tan. Alguns minutos depois ela saiu de banho tomado. 

Tan Tan, vem aqui pra eu ver se você está cheirosa! – e no que a palhaça se aproximou – Tá fedida ainda! Volta lá pro banheiro!

E lá foi Tan Tan chorando, ainda fedida. O menino ria cada vez mais. Depois de mais algumas bolhas, Tan Tan voltou a fazer o teste do cheiro e I. deixou que nós fôssemos embora. 

Uma semana depois encontramos com ele no estacionamento do hospital, no colo de sua mãe. O seu pai dele tinha ido buscá-lo para passar um dias em casa, dar uma pausa no tratamento. Enquanto seu pai subia para pegar as malas no quarto andar, nos aproximamos.

Cavaco, Tan Tan! Venham andar no meu carro!

Não pensamos duas vezes e fomos correndo até o carro. Eu fiquei no porta malas e Tan Tan foi sentada no banco do passageiro. A mãe do garoto ia no banco do motorista com ele no colo.

Fechamos as portas e ele começou a “dirigir”. Aumentou o som bem alto, girava o volante, buzinava e ria enquanto eu e Tan Tan ficávamos balançando e dançando no carro acenando para as pessoas. Todo mundo que passava parava pra ver. Foi a viagem parada mais emocionante que fiz em minha vida. 

E aquele foi nosso último encontro. Cinco dias depois tivemos a notícia de que I. tinha virado uma estrelinha… Encantador de ver a sua alegria e a alegria de seus pais – e de tantos outros que estão em tratamento – que mesmo nas fases mais difíceis fazem de tudo para manter o bom humor.

Dr. Cavaco (Anderson Machado)
Dra. Tan Tan (Tamara Lima)
Hospital Oswaldo Cruz – Recife
Maio de 2013 



Categorias


Lá do arquivo

Doutores da Alegria


Postado em:

Tags

banho, bolha de sabão, carro, estrela, pais, tratamento

12
Deixe um comentário

avatar
12 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
12 Autores de comentários
Carolina de PaivaGiovannaHelenSueli florianoLenira Marques Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
Mônica
Visitante
Visitante

Olá palhaços encantadores….
Acompanho as histórias e documentários sempre que posso.
Maravilhosa a dedicação, o cuidado e o amor com que vocês trabalham.
Forte abraço!

Eliane Coelho
Visitante
Eliane Coelho
Visitante

Conheço o trabalho dos Doutores da Alegria do Hospital da Criança uns 6 anos atrás,ficava lá com uma linda japoronga a Mily Oishi tinha paralisia cerebral,não enxergava,não falava,e nem andava. Quando vocês chegavam no quarto e ela estava um pouco agitada,brava conseguiam acalmá-la com suas besteirologias. Ela virou uma estrelinha uns 6 anos atrás,mas,fico com todos vocês na lembrança,obrigada,beijos.

Dra.Pink
Visitante
Dra.Pink
Visitante

Nossa que historia mais linda, nos trabalhos aqui em Ilha Solteira como palhaços também, so de conseguirmos tirar um sorriso dos paciente ja ganhamos nosso dia, eu imagino a dor de perder esse garotinho que estava tão feliz por poder voltar pra casa, mas a vida foi cruel e levou ele junto com o papai do céu….

Parabéns pelo trabalho fantástico que vocês desenvolvem, fico aqui acompanhando vc´s pelo face…. bjos

Sou Fonoaudiologa da APAE de Ilha Solteira e trabalho como voluntaria de palhaço no hospital amo o q eu faço….

Angela
Visitante
Angela
Visitante

Emoções…grandes emoções!

Greyce
Visitante
Greyce
Visitante

Que encontro fabuloso !!!
Parabéns a todos: aos pais, ao filho (que agora é estrela) e ao espírito de criança dos palhaços.

Existem 12 Comentários.