. Isso acontece porque você está usando a sua imaginação – Doutores da Alegria

Para melhor visualização do site, utilizar navegador Google Chrome.

Blog

Isso acontece porque você está usando a sua imaginação

24 de maio de 2019
Tempo de leitura: 2 minutos

Paola Musatti

Atriz e palhaça. Atua como Dra. Manela na Doutores da Alegria, em São Paulo, desde 1997.

Comentario 1
Compartilhar 0

O Pronto Socorro Infantil do Hospital M’boi Mirim é uma grande sala com capacidade para 20 a 25 leitos que são separados por uma parede, ficando 12 leitos de um lado e 12 leitos de outro. Zequim e Manela entram e olham ao redor para ver se são percebidos. Ao longe uma mãe sorri, o que significa uma primeira possibilidade de abertura para uma relação.

Manela vai se aproximando e Zequim pergunta, em cumplicidade com as mães e pais, se a palhaça bateu na porta antes de entrar ou se foi adentrando como se a casa fosse sua. As mães riem. Sem graça por ter entrado sem bater, Manela anda até um leito, passa para outro, e mais outro, até que é interrompida por Zequim.

– O que você está fazendo, Manela?
– Estou procurando a porta, ora!

Do fundo da sala ouve-se uma mãe:

– Usa a imaginação.

Os palhaços se olham, espantados com ideia que acabaram de ganhar, e perguntam:

– Onde está a imaginação?

A mãe responde:

– Na sua frente.

A palhaça, num ímpeto de querer descobrir onde está a imaginação, procura. Procura. Procura mais. Mas agora ela procura duas coisas: a porta e a imaginação.

– Manela! Ei, Manela!, fala o palhaço, acho que você não está enxergando. A porta está aqui. Como ela, a mãe, mesmo disse: use a sua imaginação.

Zequim fecha os punhos da mão direita e faz o movimento de bater na porta. Surpreendentemente um barulho de porta sai de suas mãos. Ele, orgulhoso do que fez, repete. E o som de alguém batendo na porta é real. Manela, espantada, parabeniza Zequim. Olha em volta e as mães também estão espantadas.

– Como isso acontece?, pergunta Manela.

E lá do fundo, aquela mãe:

– Isso acontece porque ele está usando a imaginação.

Aplausos. Dentro da minha cabeça.

Querendo aprender a usar a imaginação, Manela pede ajuda. A mãe se levanta, vem em direção aos palhaços e demonstra o que acabara de ver Zequim fazendo. Manela repete. E começam a soltar a imaginação.

Começam literalmente a abrir portas. Portas enferrujadas, portas com campainha, porta de castelo assombrado. Todos esses sons eram feitos pelos palhaços – ou com o violino ou com a própria voz. Até as enfermeiras, que estavam assistindo, entraram na brincadeira. Tinham que passar com a medicação e Zequim e Manela pediam que elas entrassem pela porta.

Chegou uma mãe que esteve fora durante a interação com os palhaços. Sorriu. Eles contaram das novas instalações na sala e que ela teria que “abrir a porta” para entrar. Levamos a mãe até a porta e ela, entrando na brincadeira, girou a maçaneta.

Aplausos. Dentro da minha cabeça.

Você percebe que seu trabalho de palhaço repercute no outro quando as pessoas se permitem brincar. Em pleno Pronto Socorro. O caso da mãe que soltou essa pérola de frase (“use a imaginação”) foi o botão ou a chave que esperamos que seja apertado ou virado em nossas intervenções.



Categorias


Lá do arquivo

Paola Musatti

Atriz e palhaça. Atua como Dra. Manela na Doutores da Alegria, em São Paulo, desde 1997.


Postado em:

Histórias de hospital

Tags

imaginação, maçaneta, mãe, palhaço, porta, pronto socorro, use a sua imaginação

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentar tópicos
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais quente
1 Autores de comentários
emmanuel trinconi borgatto Autores recentes de comentários
  Receber notificação  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Notificação de
emmanuel trinconi borgatto
Visitante
emmanuel trinconi borgatto
Visitante

eu quero trabalhar no doutores da alegria como doutor palhaço mesmo porque eu fiz um curso de palhaço recentemente mesmo
eu espero a resposta
abraços
emmanuel

Existe 1 Comentário.